Social commerce e varejo: como a geração Z está consumindo

Social commerce e varejo: como a geração Z está consumindo

Tendência promete gerar um lucro mundial de US$ 1,2 trilhão até 2025, impactando principalmente as novas gerações

Não é segredo que a geração Z é 100% digital, sendo considerada o primeiro grupo que de fato se caracteriza como “nativos digitais”. Além disso, é um público que valoriza o consumo sustentável e a experiência que a marca proporciona. Representando 20% dos brasileiros, com um percentual relevante em relação à população economicamente ativa, entender seus hábitos de consumo e suas tendências é essencial para o varejo alimentar atingir esse público.

Essa geração remodelou e inovou no consumo, com a vinda das redes sociais, esse público mostra que, apesar das lojas físicas serem importantes, investir em boas estratégias de marketing digital é essencial. Dentre as tendências que conquistaram essa população foi o social commerce, que é um modelo de comércio que utiliza das redes sociais para conquistar novos clientes e vendas.

Uma pesquisa realizada pela Accenture mostrou que essa modalidade pode triplicar o faturamento nos próximos anos, podendo a chegar no patamar de US$ 1,2 trilhão mundialmente até 2025, sendo 62% dos consumidores pertencentes à geração Z. No Brasil, o modelo cresce, podendo aumentar a receita anual nos próximos anos.

A tendência mostra que essa geração se importa menos com pop-ups ou propagandas que aparecem no feed, desde que apresente um também um conteúdo além do produto para venda. O TikTok, por exemplo, está fechando parcerias com supermercados para vender alimentos não perecíveis no “TikTok Shop”. Vale destacar que o país tem 82,2 milhões de usuários conectados, ficando atrás somente dos EUA (113 milhões) e Indonésia (109 milhões). Redes sociais administradas pela Meta (Instagram, Facebook e WhatsApp) já apresentam recursos semelhantes.

Além disso, o marketing de influência é uma boa opção para conquistar esse público, seguindo a mesma lógica que todos já conhecem, a compra por indicação.  Através de seu conteúdo, o influencer criar conexão e assegura a qualidade do que está divulgando, fazendo com que o shopper se aproxime também da marca.


https://superhiper.com.br